Compulsão Alimentar

O QUE É?

Transtorno de Compulsão Alimentar (TCA)

É um Transtorno do comportamento alimentar, que se caracteriza pela presença de episódios de compulsão alimentar.

Como identificar um episódio de Compulsão Alimentar?

Nesses episódios, o indivíduo come grandes quantidades de alimentos (normalmente de forma rápida e em maior quantidade se comparada ao que o mesmo indivíduo comeria em período similar), enquanto experimenta uma perda de controle e sentimentos de vergonha ou culpa depois.

Na grande maioria das vezes, o indivíduo come sem fome, ou continua comendo mesmo quando já está satisfeito até se sentir desconfortável, pois sente falta de controle. Muitas vezes o indivíduo come escondido para que os outros não vejam a quantidade que está ingerindo.

Frequência dos Episódios de compulsão

 Para ser considerada uma patologia, os episódios de compulsão não precisam acontecer todos os dias, o TCA já pode ser caracterizado quando os episódios de compulsão alimentar ocorrerem em uma frequência de pelo menos uma vez por semana por pelo menos três meses.

Diagnóstico:

O diagnóstico da Compulsão alimentar (TCA) é realizado através dos seguintes critérios:

Episódios recorrentes de compulsão alimentar

Sensação de falta de controle sobre o comportamento alimentar durante o episódio ( a sensação de que não se pode parar de comer ou mesmo controlar o que ou o quanto se come).

Os episódios de compulsão alimentar estão associados a três (ou mais) das seguintes características:

  • Comer mais rapidamente do que o normal.
  • Comer até se sentir desconfortavelmente cheio.
  • Comer grandes quantidades de alimento na ausência da sensação física de fome.
  • Comer sozinho por vergonha do quanto se está comendo.
  • Sentir-se desgostoso de si mesmo, deprimido ou muito culpado em seguida.
Incidência

O Transtorno de compulsão alimentar (TCA) é o distúrbio alimentar mais comum afetando 1-5% da população.

Todo paciente portador de TCA é obeso?

Embora a maioria das pessoas que têm TCA são obesas, alguns indivíduos estão presentes dentro de uma faixa de peso normal tornando mais difícil de diagnosticar.

Todo obeso tem TCA?

Não, uma pessoa só é diagnosticada com TCA se apresentar episódios de compulsão, caracterizados pela voracidade, (perda de controle e impulsividade) e se nesses episódios comer uma quantidade de comida significadamente maior do que esse mesmo indivíduo comeria normalmente.

Causas

As causas do TCA o resultado de uma combinação de fatores, incluindo características genéticas, emocionais relacionadas à experiências de vida.

Sabe-se que a causa está associada a uma dificuldade em lidar com sentimentos e situações difíceis, fazendo com que o indivíduo busque na comida uma maneira de se sentir mais aliviado. Contudo, não é sempre fácil de identificar quais são os sentimentos e pensamentos que precedem um episódio.


Pessoas que fazem dieta para perder peso tem mais propensão a desenvolver um Transtorno de Compulsão Alimentar.

Gravidade
LEVE

1 a 3 episódios de compulsão alimentar por semana.

MODERADA

4 a 7 episódios de compulsão alimentar por semana.

GRAVE

8 a 13 episódios de compulsão alimentar por semana.

EXTREMA

14 ou mais episódios de compulsão alimentar por semana.

Tratamento

O tratamento é feito com uma equipe multidisciplinar: psicólogo, nutricionista e psiquiatra. O paciente normalmente só é medicado se houver a presença de comorbidades, ou seja, outras doenças (como depressão ou transtorno de ansiedade) associadas.

Quando devo procurar tratamento?

Você deve procurar ajuda se você se identificar com um ou mais itens da lista a seguir:

  • Incapacidade de parar de comer ou controlar o que está comendo mesmo sem estar com fome
  • Comer rapidamente grandes quantidades de comida, mais rápido do que você mesmo comeria em outras situações
  • Comer mesmo quando está “cheio” ou sem fome
  • Comer escondido por vergonha que outros vejam a quantidade que você está comendo.
  • Sentir estresse, tensão ou sofrimento que só são aliviadas pelo ato de comer
  • Sentir vergonha sobre o quanto está comendo porque os outros vão achar que é uma quantidade muito grande
  • Sentir que as vezes não percebe que está comendo, que come como se estivesse “no piloto automático” e que só nota depois que comeu uma grande quantidade
  • Sentir culpa, angustiado ou triste depois de comer grandes quantidades
  • Pensar em comida na maior parte do seu dia, tentar parar de pensar nisso mas não conseguir.
  • Muita dificuldade para controlar o peso e os hábitos alimentares
Como a Psicoterapia pode ajudar?

A terapia cognitivo comportamental tem se mostrado muito eficaz no tratamento da TCA. Durante o tratamento são usadas uma série de técnicas que ajudam o paciente a:

  • Identificar os pensamentos e sentimentos que antecedem os episódios
  • Identificar todos os gatilhos para os episódios de compulsão alimentar
  • Diminuir ou sessar o número de episódios de compulsão alimentar
  • Entender os padrões de pensamento e comportamento
  • Aprender a identificar e nomear os sentimentos
  • Criar estratégias para lidar com situações e emoções difíceis, de outras maneiras que não seja usando a comida pra se aliviar
  • Melhorar os seus relacionamentos aprendendo técnicas de habilidades sociais
  • Aprender a lidar melhor com a comida, comendo sem culpa e sem grandes excessos, identificando os tipos de fome
  • Aprender a lidar com os sinais de fome e saciedade
faça o cadastro e baixe gratuitamente o livro FOME EMOCIONAL
CONTATO

Mande uma mensagem

Se você ficou com alguma dúvida, se deseja iniciar um processo de psicoterapia, ou se quer só bater um papo, me escreva! Vou adorar te responder.